Teste de carga em Java

Execute abrangentes testes de carga em Java se você possui um sistema completo de cliente/servidor Java, apenas um cliente Java ou apenas um servidor Java.

Como ferramenta de teste stress em Java, o WebLOAD suporta os seguintes servidores:

  • Servidores J2EE, como o Weblogic, Websphere, JBoss, Tomcat, JOnAS, GlassFish, etc.
  • Frameworks Java, como o JSF, Spring, Struts, Stripes, Wicket, JBoss Seam, ZK Framework, etc.

Registro e correlação

O WebLOAD registra automaticamente todo o tráfego entre o cliente e o servidor Java, não importa se é um servidor padrão J2EE, se o cliente usa tecnologias de clientes web padrão ou um applet, ou se é um aplicativo de cliente Java personalizado.

Regras embutidas de Correlação Java para frameworks e servidores Java permitem que o WebLOAD substitua automaticamente todos os valores dinâmicos registrados para suportar vários usuários ao mesmo tempo.

Analisando dados de desempenho do servidor Java

O monitoramento e análises do WebLOAD para servidores J2EE permitem identificar e resolver congestionamentos rapidamente. O WebLOAD monitora e extrai dados de desempenho surpreendentes dos servidores Java, e no caso de um servidor sem compatibilidade Java estar sendo usado, o monitoramento pode ser feito através de um conector JMX genérico de extensões de gerenciamento Java.

Suporte de serialização Java

O WebLOAD decodifica mensagens binárias automaticamente, permitindo que você visualize o objeto serializado como parte dos comandos GET/POST HTTP e modifique facilmente os valores, defina lógicas de validação ou aplique métodos de serialização personalizados. O código JavaScript pode ser lido nas duas direções, assim, você pode ver o objeto Java serializado de maneira relevante.

Embutindo códigos Java em scripts de teste

Ao embutir códigos Java em scripts WebLOAD, você pode estender a funcionalidade do programa para testar a carga de aplicativos caseiros, implantar funcionalidades específicas e ampliar seus testes de desempenho em Java. Você pode:

  • Utilizar quaisquer classes Java ou classes privadas
  • Fazer intercâmbio de parâmetros a partir do seu código Java
  • Identificar exceções Java dentro do JavaScript
  • Usar qualquer método JavaScript do WebLOAD em um código Java, como coletar transações, e contadores para tempo e atividades internas em Java.

Abaixo você verá um simples exemplo de interação com o servidor Java a partir do JavaScript através de uma classe de Socket padrão Java.

try {
  // Start WebLOAD Transaction
  BeginTransaction("Socket Activity")
  
  // Connect to a server through Java socket
  s = new java.net.Socket ("www.abc.abc",80)
  
  // Create Java I/O streams
  fromServer = new java.io.BufferedReader(new java.io.InputStreamReader(s.getInputStream()))
  toServer = new java.io.BufferedWriter(new java.io.OutputStreamWriter(s.getOutputStream()))
  
  // Write JavaScript string value to the Socket Output stream
  var msg = "Client and Round : " + ClientNum + "-" + RoundNum
  toServer.write (msg , 0 , msg.length)
  
  // Get answer from the server via the Socket Input stream
  answer = fromServer.readLine()
  InfoMessage("" + answer)
  
  // End WebLOAD Transaction
  EndTransaction("Socket Activity")
}
catch (e) {
  WarningMessage ("Error interacting with the socket : " + e)
}
finally {
  try {
    if (s != null) s.close();
  }
  catch(e) {
    WarningMessage ("Error disconnecting the socket : " + e)
  }
}